Notícias

Postado em 03/01/2017 11:15

Motorista do Uber que aparece como “marginal” nas redes se defende

.

Share Button
Share Button

Está circulando em grupos de Whatsapp uma foto de um homem, motorista do Uber, sendo acusado de estuprador. O fato, no entanto, ao que tudo indica não passa de um boato. O homem, de nome Volnei, fez um vídeo e divulgou nas redes sociais explicando o ocorrido e negando que tenha tentado abusar sexualmente de passageiras.

Conforme a imagem, Volnei, que dirige um Renault Logan, é acusado de dar “balas batizadas para as mulheres”. Apesar de a imagem está sendo compartilhada em diversos estados, inclusive na Bahia, o caso, que teria dado “fundamento” ao boato, aconteceu no Rio De Janeiro, em Nova Iguaçu, onde Volnei trabalha dirigindo o carro que presta serviço a Uber.

Ele estaria sendo acusado de agarrar uma mulher dentro do veículo no último dia 26. Porém, conforme, Volnei, a moça estava sob efeito de álcool e procurou uma delegacia para prestar queixa. No entanto, ainda segundo ele, a mãe da mulher foi chamada e decidiu não prestar queixa porque percebeu que a filha teria ingerido bebida alcoólica. A delegacia de Nova Iguaçu confirmou a sites locais que não houve nenhuma denúncia contra Volnei de tentativa de estupro.

Volnei gravou um vídeo desmentindo o caso. O motorista diz ainda que registrou Boletim de Ocorrência por difamação e calúnia. Ele alega que não está conseguindo trabalhar após a circulção das mensagens e teme por represálias.

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),