Polícia

Postado em 24/11/2015 11:57

Avô de menino que morreu ao cair de prédio em Brotas se emociona no local

.

Share Button
Share Button
O mistério ainda ronda a morte do pequeno Guilherme de Oliveira Yokoshiro, de apenas cinco anos, que morreu ao cair do 6º andar do prédio Morena Rosa, no bairro de Brotas, em Salvador. Porém, a dor dos familiares ficou clara no rosto do avô da criança, que esteve na manhã desta terça-feira (24), no local do acidente.
Visivelmente abalado e em busca de mais notícias sobre o ocorrido, José Carlos Oliveira, pai de Carla Verena Oliveira, a mãe do garoto, até tentou falar com a imprensa, mas não conteve as lágrimas. O avô conseguiu apenas afirmar que recebeu a notícia da morte do neto, mas ainda não conseguiu contato com os pais da criança.
Caso
Entre as versões que envolvem o caso estão a que o pai da criança, Rafael Yokoshiro, teria deixado o prédio, localizado na rua Ariston Bertino de Carvalho, por volta da 1h45 da manhã e retornado por volta das 3h, quando foi constatada a morte de Guilherme. Esta informação é confirmada pela capitã do Corpo de Bombeiros, Daniele Bonfim, com base nas imagens das câmeras de segurança do edifício.
Já o que foi informado pela titular da 6ª Delegacia, Elaine Laranjeira, é que o engenheiro de produção estava no apartamento junto com o filho e o menino teria cortado a tela de proteção da janela, e, em seguida, caindo na área do parquinho do condomínio. Logo depois, Rafael teria descido e solicitado socorro ao Samu, mas Guilheme não resistiu a queda. Um pequena tesoura foi encontrada no local.
A mãe da criança, Carla Verena Oliveira, não estava no apartamento no momento do acidente, já que estava de plantão no trabalho de enfermeira. O corpo foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT) e o caso será investigado pela 6ª Delegacia.
Fonte: Bocão News

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),