Carnaval 2017

Postado em 28/01/2017 1:50

Blocos tradicionais alegam crise e ficam fora do carnaval 2017 na BA

.

Share Button
Share Button

Blocos tradicionais no carnaval da Bahia anunciaram que não vão participar da festa em 2017 em Salvador e justificaram a ausência pela crise financeira. Entre eles, estão os blocos Cheiro, Yes, Nana Banana e Araketu. A recessão econômica que afetou a economia brasileira fez diminuir o investimento de patrocinadores e, com isso, os blocos afirmaram que não têm como bancar o desfile. Os blocos Largadinho e Coruja, que desfilavam em três dias do carnaval, reduziram a participação na folia e, nesse ano, só saem dois dias na avenida.

O Cheiro de Amor anunciou para os fãs que não haverá os blocos Cheiro e Yes no carnaval desse ano em comunicado publicado no site oficial na quarta-feira (25). Segundo o grupo, os blocos “se reservarão a um ano de descanso, motivado pela grave crise financeira que vivemos e as consequências dela”.

A banda Cheiro de Amor, no entanto, não vai ficar fora da festa: se apresenta em um trio sem cordas no Circuito Osmar (Campo Grande), no dia 26 de fevereiro.

“Diante do cenário existente de crises e dos novos caminhos que o Carnaval tomou, colocar um bloco na rua se tornou um grande desafio, que a nossa estrutura não está confortável em encarar este ano”, disse o Cheiro de Amor sobre a decisão de não colcar os dois blocos na avenida. O grupo informou no comunicado, ainda, que confia na melhoria do cenário e espera que os dois blocos estejam de volta em 2018

Chiclete com Banana
A banda Chiclete com Banana também alegou crise e não participa de nenhum trio neste ano – nem mesmo com o Bloco Nana Banana, que costumava arrastar uma legião de “chicleteiros” nas quintas, sextas e sábados. O Bloco Nana Banana é um dos mais tradicionais do carnaval de Salvador e, até 2014, foi comandado pelo cantor Bell Marques, que decidiu depois se desvincular da banda Chiclete com Banana, que puxa o bloco, e seguir carreira solo.

O Nana Banana consta na ordem de apresentação dos blocos no carnaval divulgada na quinta-feira (26) pelo Conselho Municipal do Carnaval (Comcar), mas o empresário do grupo, Diney Azevedo, informou que a decisão de o bloco ficar fora do carnaval foi tomada depois da definição da ordem das atrações.

Segundo Azevedo, a crise e a falta de patrocínio atrapalharam os planos do grupo neste ano. “A gente fez uma pesquisa financeira e, diante da crise que assombra o país, preferimos segurar esse ano. Os patrocinadores foram os primeiros a recuar por conta da crise, e a gente sabe o quanto eles são importantes para a festa”, disse.

A Banda Chiclete com Banana, no entanto, se apresenta na sexta-feira de carnaval em dois camarotes: o Salvador e o Nana, ambos no circuito Barra-Ondina.

Araketu
O bloco Araketu, que saía sempre no sábado, domingo e terça-feira, também não vai desfilar este ano. “Isso por causa da conjuntura de crise atual do mercado. Os fornecedores estão com preços muito altos, há baixa demanda de patrocínio e pouco apoio público. Em 2018, esperamos que o cenário mude e, aí sim, estaremos de volta”, disse Cristiano Lacerda, empresário do grupo.

A banda Araketu vai sair em um trio sem cordas no dia 23 de fevereiro (quinta-feira), no circuito Circuito Dodô (Barra-Ondina).

BUSCAR NO SITE: