Notícias

Postado em 18/12/2015 12:54

Delegados da Polícia Federal temem queda de ações após corte de R$ 133 milhões no orçamento

Relator do Orçamento negou retaliação e disse que todo mundo sofreu cortes.

Share Button
Share Button

Os delegados de Polícia Federal estão preocupados com o corte de R$ 133 milhões, ou 13%, no orçamento da corporação para 2016 e um grupo deles acredita que a instituição foi alvo de retaliação por causa das ações ligadas à Operação Lava Jato, que coloca sob suspeita deputados e senadores.

“Os delegados acompanham com muita preocupação o corte de R$ 133 milhões exatamente porque ele acaba atingindo diretamente a prestação dos nossos serviços que poderão ser prejudicados. Vai ser um ano muito difícil para a Polícia Federal”, diz Carlos Eduardo Sobral, presidente da Associação Nacional dos Delegados da PF.

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), relator do Orçamento, negou retaliação e disse que todo mundo sofreu cortes.

“Não, não, pelo contrário. Estamos todos satisfeitos com o trabalho que está sendo realizado pela Polícia Federal e também pelo Ministério Público. Ninguém pode ignorar que estamos passando por um momento de recessão econômica, queda de receitas, e o governo não pode gastar mais do que arrecada. Uma coisa é certa: todo mundo está no corte”, explicou.

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),