Cultura Itapagipe

Postado em 03/04/2018 6:15

Devoção do Senhor do Bonfim completa 273 anos

.

Share Button
Share Button

A Devoção do Senhor do Bonfim completa 273 anos no próximo dia 18 de abril. As comemorações serão antecipadas e acontecem neste sábado (7), durante a missa mensal dedicada ao grupo católico, que foi responsável pela construção e manutenção da Basílica Santuário do Nosso Senhor do Bonfim e também pelo desenvolvimento da região de Itapagipe. O culto acontece às 17 horas, seguido de um brinde, que será realizado no Espaço Casa dos Romeiros.

A Devoção do Nosso Senhor do Bonfim foi criada em 1745 por um grupo de leigos católicos com o bjetivo de propagar no Brasil o culto ao Senhor do Bonfim e a Nossa Senhora da Guia. O fundador foi o capitão da Marinha Mercante portuguesa, Teodhósio Rodrigues Farias, que após salvar-se de um naufrágio fez promessas de construir um templo nos mesmos moldes do existente na cidade de Setúbal, em Portugal.

A construção durou 9 anos e, em 1754, no dia 24 de junho, a Igreja foi entregue aos fiéis. Era apenas uma capela, mas a Devoção foi realizando melhorias e a região foi crescendo como área de veraneio da burguesia baiana, recebendo grandes comerciantes, fazendeiros, governadores e o arcebispo. O templo recebeu inúmeras reformas, ganhou pintura no teto e firmou parceria com a cidade de Salvador. A Devoção foi responsável pela construção da Avenida Dendezeiros, que leva à Colina Sagrada e da Casa dos Romeiros, espaço para abrigar os fiéis que se dirigiam de todo o Estado e País para o santuário.

O 95º juiz da devoção, Francisco José Pitanga Bastos, conta que a irmandade, hoje com 126 membros, é proprietária e responsável pelo conjunto arquitetônico, tombado pelo Patrimônio Nacional. “A Devoção cuida das imagens, promove o culto ao Senhor do Bonfim, gerencia o centro administrativo, centro comunitário e um conjunto de empreendimentos no entorno do santuário”. O projeto Bom Samaritano atende mais de 300 famílias e um dos imóveis abriga uma escola municipal, no Bonfim.

O espaço Casa dos Romeiros atualmente conta com uma estrutura para atender fiéis, peregrinos e turistas, com loja de artesanato regional e religioso, restaurante, café, Casa da Música e, em breve, vai receber uma sorveteria. O Museu dos Ex-Votos foi reinagurado e o único do Brasil dentro de igreja que permite o acesso à torre da igreja, com vistas para a Baía de Todos os Santos, Avenida Beira Mar (Ribeira) e Cidade Baixa. Nos próximos meses, serão entregues a restauração do altar-mor, executada pela Fundação Gregório de Mattos – sob supervisão do Iphan e requalificação elétrica do templo, realizada pelo governo do Estado. Além disso, a prefeituraestá requalificando a Praça do Bonfim e construindo o Caminho da Fé, entre a Igreja de Irmã Dulce e a Colina Sagrada.

BUSCAR NO SITE: