Itapagipe

Postado em 30/12/2016 5:19

Devotos lotam Igreja do Senhor do Bonfim na última sexta-feira do ano

.

Share Button
Share Button

Um 2017 melhor do que 2016. Depois de um ano difícil, centenas de fiéis subiram a Colina Sagrada para assistir a uma das 12 missas da última sexta-feira no ano (30) – a chamada Sexta da Gratidão –, na Basílica Santuário Senhor do Bonfim, na Cidade Baixa.

A primeira missa foi às 5h e há cerimônias previstas até as 18h30 desta sexta-feira – a das 17h, inclusive, será transmitida pela internet, no site da igreja. A funcionária pública federal Antônia Silva, 75 anos, assistiu a duas. Ela foi pedir que o próximo ano tenha mais fartura econômica. Com a crise econômica este ano, quase não conseguiu sair de Teixeira de Freitas, no Extremo-Sul do estado, para passar o Réveillon com a família em Salvador.
“Estou há oito anos sem aumento, mas esse ano foi tão difícil que quase não consegui vir. Ainda nem comprei a passagem de volta, mas precisava vir ao Bonfim. É tradição”, contou a funcionária pública, que ainda disse ter pedido um Brasil sem corrupção na política.

A gastrônoma Josy Ferreira, 36 anos, levou a amiga, a acompanhante comunitária Ivaneide Souza, 37, para conhecer a Basílica do Bonfim. Assim como Josy, Ivaneide é baiana, mas mora em São Paulo. No entanto, não conhecia a Colina. “Eu aproveitei para pedir paz para o ano inteiro e para que os nossos governantes trabalhem em prol do povo”, afirmou Ivaneide.

Mas os devotos também foram agradecer ao Senhor do Bonfim pelo que foi conquistado em 2016. Teve até quem subisse de joelhos: foi o que fez a administradora Sara Benício, 34 anos. Sara, que é soteropolitana, mas mora em Aracaju há oito anos, subiu a Colina Sagrada descalça e, ao chegar nas escadarias da igreja, subiu ajoelhada.

Era uma promessa que fez para que a família tivesse saúde. Este ano, o pai passou por duas cirurgias nos olhos, enquanto a mãe fez uma biópsia da medula óssea e as duas irmãs têm doenças autoimunes. Mas, hoje, todos estão bem. “Tenho que agradecer. Foi um momento mágico, com uma energia fantástica. Pude perceber que todos cantavam, oravam e agradeciam em uma só voz. Eu percebi que todos estavam com três desejos: saúde, paz e amor”.

O casal Ana Cristina da Silva, 37, e Geová Reis, 48, foi à Colina Sagrada, como em todos os anos, também para agradecer. “Vir aqui nos prepara espiritualmente para o ano que vem pela frente. Viemos agradecer pela saúde, mas também pedir paz e menos catástrofes, porque perdemos muitas vidas inocentes esse ano”, disse Ana.

De acordo com o reitor da Basílica, o padre Edson Menezes, a mensagem do dia era de ânimo, confiança e esperança. “Vivemos um ano marcado por muitas crises, violência, acidentes aéreos e muita insegurança. Estamos transmitindo para o povo uma mensagem de esperança. Precisamos confiar em Deus e acreditar no Brasil. O Brasil é grande e nós vamos vencer”, afirmou padre Edson.

Com informações do Correio24horas

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),