Eventos

Postado em 05/01/2017 7:59

Escultura de Irmã Dulce é inaugurada nesta sexta-feira no Largo de Roma

.

Share Button
Festa da Bem-Aventurada
Share Button

Uma escultura de Irmã Dulce será inaugurada na sexta-feira (6), no Largo de Roma. Com 4 metros de altura e pesando meia tonelada, a imagem será apresentada ao público em cerimônia que acontece às 18h, em frente ao Memorial do Anjo Bom da Bahia.

O evento marca a abertura oficial das homenagens em memória dos 25 anos de falecimento da freira baiana. A escultura, que contará com iluminação cênica, ficará fixada em um dos pontos mais altos da região, podendo ser vista até mesmo de outros bairros, como a Liberdade e Santo Antônio Além do Carmo, e também durante a travessia Ilha de Itaparica-Salvador.

A obra foi criada em 2012 pelo artista plástico Zaca Oliveira originalmente para um presépio da Arquidiocese de Salvador montado no Centro Administrativo da Bahia. Ela é composta de fibra, madeira e arame. Após a desmontagem do presépio, a imagem foi doada às Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

Em 2013, ela foi colocada em um antigo campo de futebol, localizado ao lado da sede da entidade, traduzindo na época o desejo da instituição para que o terreno abrigasse uma futura unidade para tratamento do câncer, o que ocorreu em 2015, com a inauguração da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) Nossa Senhora de Fátima. Para suportar a ação do tempo, a escultura recebeu ainda um reforço em sua estrutura, ganhando peças de metal e um enchimento com fibra e espuma.

Segundo o capelão da OSID, frei Mário Erky, a instalação da escultura no dia que a Igreja Católica celebra a Festa de Reis, reserva um significado bastante especial: “A Festa de Reis está associada à estrela que guiou os Reis Magos e ter a imagem de Irmã Dulce sobre a sua Obra significa que ela está abençoando e velando os seus filhos. Em qualquer direção que olharmos, vamos sentir ainda mais forte a sua presença. É um presente para todos nós”.

Para o assessor de Memória e Cultura das Obras Sociais, Osvaldo Gouveia, a instalação da escultura chega também como mais uma atração para a região da Península Itapagipana, já conhecida pela beleza e quantidade de monumentos históricos e religiosos. “A inauguração da imagem de Irmã Dulce tem um significado muito grande para os baianos e também vai atrair ainda mais turistas para a Cidade Baixa”, destacou.

BUSCAR NO SITE: