Notícias

Postado em 26/01/2017 2:30

Funcionários do hospital regional paralisam atendimentos

.

Share Button
Share Button

O recorrente problema dos atrasos salariais levaram os médicos do Hospital Regional de Juazeiro a deflagrar nova paralisação por tempo inteterminado, a partir desta quinta-feira (26). Sem pagamento desde dezembro, os profissionais decidiram atender apenas os casos de urgência e emergência.

De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindmed), além da falta de pagamento, os médicos enfrentam carência de materiais de trabalho indispensáveis como insulina, glicose e boa parte dos antibióticos. Segundo um dos profissionais, desde julho de 2016 não há recolhimento de FGTS e INSS no Hospital Regional de Juazeiro, pertencente ao governo do estado, mas administrado pela APMI.

O médico disse ainda que há três faturas em aberto no valor respectivo de R$ 3,719 milhões, montante indispensável ao pagamento da folha de pessoal e aquisição de material, dentre outras despesas. O Hospital Regional de Juazeiro é a principal referência em atendimento público para comunidades de 53 municípios da rede PEBA (Pernambuco e Bahia).

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),