Notícias

Postado em 07/12/2015 9:25

Médico idoso é agredido por homem que não queria esperar em unidade de Saúde

Homem foi preso após chegada da Polícia Militar.

Share Button
Share Button

O médico Antônio Andrade, plantonista da Unidade Mista de Saúde de Tibau do Sul, localizado no litoral sul do Rio Grande do Norte, foi espancado com socos e pontapés por um homem identificado como Guilherme Mendes Faria e teve o supercílio cortado por conta da agressão.

De acordo com o CRM-RN (Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte), o médico estava realizando uma sutura em um paciente quando o rapaz chegou e se alterou ao saber que teria que esperar.

“O agressor chegou ao hospital com sinais de embriaguez e um ferimento na cabeça. Ao ser informado de que o médico estava realizando um procedimento cirúrgico e de que ele teria de esperar para ser atendido, começou a falar palavrões”, disse o vice-presidente do CRM-RN, Jeancarlo Cavalcante.

Funcionários do hospital conseguiram fechar a porta de saída da unidade hospitalar para que Faria não fugisse. Segundo o CRM-RN, cerca de meia hora depois a PM (Polícia Militar) chegou ao local e deteve o agressor.

“Esta não é a primeira vez que acontece aqui no Estado, por isso solicitamos e alertamos as autoridades municipais e estaduais que é necessária a segurança em postos e unidades de atendimento, principalmente no período da noite, quando é mais propício chegar pacientes alterados por ingestão de bebida alcoólica ou entorpecentes. Este caso é um exemplo do perigo que profissionais de saúde se submetem para trabalhar”, disse Cavalcante.

O prefeito de Tibau do Sul, Valdenício Costa, a secretária de Saúde, Leide Costa, e presidente do Conselho Municipal de Saúde de Tibau do Sul, Norma Lilian Fagundes de Lima, repudiaram a atitude do agressor.

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),