Notícias

Postado em 13/01/2018 11:45

Morre Mestre King, pioneiro da dança afro na Bahia e no Brasil

.

Share Button
Share Button
Coreógrafo e professor fez história ao ser o primeiro homem a ingressar, em 1976, no curso de licenciatura em Dança pela Ufba

Morreu na tarde deste sábado (13), aos 74 anos, Raimundo Bispo dos Santos, Mestre King, pioneiro da dança afro na Bahia e no Brasil. A notícia foi confirmada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), em seu perfil no Facebook. Segundo a fundação, o professor e coreógrafo já estava há um tempo tratando de insuficiência renal e morreu em sua casa.

“Ele muito nos inspirou, entusiasmou, impulsionou e muito nos referenciou na Arte da Dança! (…) Ainda sem informações quanto a seu sepultamento, nós nos solidarizamos com sua família, amigos e manifestamos todas as nossas condolências e pesar por sua passagem. Mestre King, muito obrigado!”, diz a nota da Funceb.

Grande perda
Amigos e admiradores do dançarino lamentaram sua morte. “Querido, carinhoso, atento, e um excelente professor. Gratidão, Mestre. Que os irmãos de luz possam te receber com uma grande baile. Ficou a grande saudade e maravilhosas lembranças. Salve King”, escreveu Surama Albuquerque, uma aluna, em uma postagem do cantor Tonho Matéria. O professor de dança Fabricio Costa também lamentou o ocorrido: “Mestre King se tornará uma estrela no céu! Um pedaço da Dança Afro Brasileira se foi”. “Grande tristeza e uma grande perda para o mundo da dança. Agora vai dançar no céu”, postou Cristina Lospennato.

Autor de mais de 100 coreografias, King fez história ao ser o primeiro homem a ingressar, em 1976, no curso de licenciatura em Dança pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Em 1989, concluiu a especialização em Coreografia, também pela UFBA.O Jornal Nacional anunciou, em 1971: “Primeiro homem da América Latina a fazer vestibular de dança: Raimundo Bispo dos Santos”. Ao receber a notícia que tinha sido aprovado na Ufba, o baiano de Santa Inês jamais imaginaria que se tornaria Mestre King, um dos precursores da dança afro-brasileira, com reconhecimento internacional.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: