Notícias

Postado em 09/11/2015 9:08

PM amplia em 25% efetivo nos principais pontos turísticos de Salvador

Baianos e turistas com mais proteção nos pontos turísticos de Salvado.

Share Button
Share Button

A estação é a primavera, mas o clima já é de verão. Além dos baianos que passam a frequentar mais as praias, muitos turistas já desembarcam em Salvador para curtir as belezas naturais e a programação cultural.
Para ampliar a segurança, em especial nos pontos turísticos onde há maior concentração de pessoas, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), ampliou o efetivo em 25% nessas áreas, com o lançamento da Operação Verão 2016, no final de outubro.

O major Edmundo Assemany Júnior, comandante da 11ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), localizada na Ladeira da Barra, acompanhou nesse sábado (7/11) o trabalho de policiais militares que fazem parte da operação em um dos principais pontos turísticos da capital baiana, o Farol da Barra.

Ele informou que para fazer a segurança nestes locais são disponibilizadas bases móveis da Polícia Militar da Bahia (PMBA) e 133 policiais do recém-criado Batalhão Especializado em Policiamento Turístico (Beptur).
“São policiais que passam por treinamento específico para lidar com o turista. Alguns destes policiais são bilíngues e sabem solucionar situações [em] que o turista pode se deparar, bem como as informações sobre os pontos turísticos da nossa capital”.

Rondas

De acordo com o major, o policiamento nas praias é rotineiro, mas durante a Operação Verão, iniciada no último dia 31, houve o aumento de 25% do efetivo policial nos pontos turísticos e na orla – Barra, Itapuã, Pelourinho, Bonfim e Dique do Tororó.

O comandante da 11ª CIPM informou ainda que, além do patrulhamento a pé, são feitas rondas em motos, camionetes e nos carros elétricos que facilitam a locomoção entre as pessoas por ser menores. “Temos ainda o suporte aéreo do Graer [com o helicóptero]. O Corpo de Bombeiros também participa da Operação Verão, em especial, na parte de salvamento aquático”.

BUSCAR NO SITE: