Justiça

Postado em 24/01/2017 5:01

Supremo confirma 81% das decisões de Sergio Moro, diz força-tarefa

.

Share Button
Share Button

Desde o início da Operação Lava Jato, o STF (Supremo Tribunal Federal) confirmou 81% das decisões do juiz Sergio Moro que foram questionadas em habeas corpus.

O dado é de levantamento do Ministério Público Federal no Paraná, concluído no final de dezembro. Desde então, a Corte entrou em recesso, e não houve novas decisões.

A maioria dos pedidos que chegaram ao STF é de liberdade. Foram 59 até agora, no total.

Desses, a Corte negou o pedido da defesa em 48 -ou 81% dos casos. As decisões são definitivas, e foram tomadas pelo então ministro relator, Teori Zavascki, ou pela Segunda Turma do STF, responsável pelos processos.

Foi o caso, por exemplo, das decisões que mantiveram presos Marcelo Odebrecht, os ex-deputados André Vargas e Luiz Argôlo, executivos da Queiroz Galvão, entre outros réus da Lava Jato.

Em seis casos, o STF atendeu parcialmente ao pedido -como na libertação do executivo Ricardo Pessoa e de outros oito empreiteiros, em abril de 2015. Outros cinco processos aguardam decisão.

O índice é semelhante ao observado em outros tribunais: no TRF (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região, a quem cabe a revisão das sentenças de Moro, o índice de manutenção das decisões é de 70%, conforme revelou reportagem da Folha de S.Paulo.

No STJ (Superior Tribunal de Justiça), o percentual é de 81,6% em casos de habeas corpus, também segundo o levantamento do Ministério Público.

Por enquanto, nenhuma sentença de Moro chegou ao STF. A Corte se limitou a analisar pedidos de liberdade. Algumas das decisões finais do juiz já foram revistas pelo TRF, e ainda devem passar pelo STJ antes de chegar ao Supremo -isso caso haja alguma questão constitucional a ser tratada.

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),