Notícias

Postado em 28/11/2015 9:56

Uso irregular de quadriciclos preocupa moradores e visitantes de praias do litoral

.

Share Button
Share Button

O verão ainda nem começou e o uso irregular de quadriciclos já está deixando moradores e visitantes de praias do litoral norte da Bahia preocupados. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) aponta que a principal queixa recebida é o fato de o veículo ser conduzido em via pública por pessoas menores de idade.
No entanto, não há registros de acidentes no órgão. Segundo o coordenador do Detran, major Genésio Luide Souza, a maioria dos casos acontece dentro de áreas internas dos condomínios e, por isso, não chega ao conhecimento do poder público.
Conforme o policial militar Carlos Brito, que atua em Guarajuba, a probabilidade é que as infrações aumentem na alta estação: “Quando chega o verão, as infrações crescem muito. Sempre paramos os condutores, advertimos e, se preciso, conduzimos à delegacia. O grande problema é que as pessoas acreditam que o veículo é um brinquedo”.

Em janeiro deste ano, a equipe de A TARDE esteve no local e flagrou, em 30 minutos, mais de dez quadriciclos pilotados por adolescentes, que levavam quatro pessoas como caronas.
“Eles não têm noção do perigo e nós, pedestres, temos que redobrar a atenção. Espero que este ano seja diferente e haja mais fiscalização”, defende um comerciante local, que prefere não se identificar.

Irregularidades
No domingo passado, A TARDE flagrou irregularidades, também em Guarajuba. As infrações visíveis mais comuns foram a falta do uso de capacete e condutores menores de 18 anos. O motorista de um dos veículos é filho do cantor de arrocha Pablo, menor de idade, e levava mais duas pessoas como caronas. A esposa do músico os seguia em um carro.

Ele foi um dos abordados pelos policiais militares que atuavam no local e o veículo seria encaminhado para a delegacia juntamente com os envolvidos. Porém o comerciante Dilmar Pereira disponibilizou um funcionário devidamente habilitado e equipado com capacete para conduzir o quadriciclo até a casa do cantor.

“Muitas pessoas não sabem as regras. O ideal é criar campanhas de conscientização. Muitos pensam que o quadriciclo é um brinquedo e não fazem por mal”, defende Dilmar.
A assessoria de imprensa de Pablo declarou, em nota, que o cantor não iria se pronunciar sobre o caso.

Fiscalização
Na tentativa de coibir essas infrações, o Detran-BA vai realizar operações de fiscalização durante o próximo verão. A ação, em parceria com a Polícia Militar, será intensificada no litoral norte e na Ilha de Vera Cruz.

Além disso, uma campanha intitulada Quadriciclo não é brinquedo também está prevista pelo órgão. “A ação educativa terá distribuição de panfletos com orientações sobre o uso do quadriciclo, com uma abordagem direta aos condutores”, explica Genésio Luide.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera o quadriciclo como veículo automotor, que só pode ser dirigido por maiores de 18 anos, portadores de carteira nacional de habilitação (CNH), categoria B. O uso de capacete e da placa de identificação também é obrigado pela legislação.
“Ressalto que nem mesmo a emancipação civil legítima preenche a condição de o indivíduo ser maior de idade. Para os pais que permitem a atitude, cabem as medidas previstas no art. 129 do Estatuto da Criança e do Adolescente”, reitera o coordenador do Detran-BA.

Fonte A Tarde

BUSCAR NO SITE: