Negócios

Postado em 18/01/2017 10:14

Rival do uber que fez os baianos quebrarem recorde de acesso no país

.

Share Button
Share Button

Há quase um ano, a chegada do Uber à Salvador causou um reboliço entre a população baiana, a categoria de taxistas e a prefeitura. A legalidade e a permanência do serviço de transporte particular foi pauta tanto na mídia quanto na boca do povo. Só se falava nisso nas ruas, nas filas de banco, nas salas de espera do médico, no trabalho, na faculdade…em todos os lugares!

Aposto que você, passageiro, já entrou em um táxi e questionou o motorista sobre o Uber. Ou o contrário. Interrogou o motorista do Uber sobre como é a rotina de trabalho dele, se dá pra tirar um bom dinheiro, como ele decidiu se cadastrar no aplicativo e trabalhar como uberista, etc.

Por muito tempo o serviço de táxi dominou e predominou na capital baiana, em geral, com altos preços e um serviço de baixa qualidade. A chegada do Uber e agora do Yet Go faz com que nós, consumidores, vibremos com a possibilidade de poder escolher qual serviço queremos usufruir, como de costume no sistema capitalista. Por isso, para nós, a concorrência é bem-vinda!

NOVIDADES YET GO

A população aprovou e já está utilizando o novo serviço. O app, fruto de uma empresa 100% brasileira, foi lançado em Salvador no último domingo (15/1) e já possui mais de 25 mil downloads de usuários em apenas 72h de funcionamento.

Segundo o diretor de operações do Yet Go, Alberto Souza Júnior, Salvador foi recordista no número de usuários inscritos no app em todo o país. Em segundo lugar está Cuiabá com 18 mil usuários e Belém, com 17 mil. “Em Salvador foram 20 mil usuários em apenas 24 horas. Um número fantástico. O normal que temos registrados aqui são mil usuários por dia”, diz Júnior.

A direção diz que o aplicativo já se instalou em todas as capitais brasileiras, incluindo o Distrito Federal.

BENEFÍCIOS AO USUÁRIO

Diferente do Uber, que cobra tarifa dinâmica a depender do dia e horário da corrida, o principal benefício para o cliente do Yet Go é a tarifa fixa por quilômetro rodado, o que já barateia a corrida. A empresa chega ao mercado baiano com promessas de uma redução de 40% em relação aos concorrentes.

Outra vantagem é a promoção que oferta ao usuário quatro corridas durante o mês no valor de R$ 10 para qualquer destino de Salvador, em qualquer horário.

De acordo com o diretor de operação do app, Alberto Souza Júnior, o cliente tem a possibilidade de ganhar R$ 300 reais com a indicação de um motorista. “Se o usuário tem um amigo desempregado e indica ele para ser motorista do aplicativo, o usuário pode ganhar o dinheiro se o amigo for aceito e ele for aceito pela empresa”, explica o diretor.

A opção para indicação está disponível no próprio app, ao lado do ‘login’. “Para concorrer aos R$ 300 reais, basta o usuário clicar em ‘compartilhar’, colocar os dados da pessoa que ela indica e também compartilhar a página do Yet Go nas redes sociais dele”, afirma.

O processo inverso também ocorre: o motorista pode indicar um passageiro e este receber um bônus de até R$ 50 para as próximas corridas.

POR QUE SE TORNAR UM MOTORISTA YET GO?

A novidade também traz vantagens para quem deseja trabalhar para a empresa Yet Go. Até o momento, 500 motoristas já estão ativos para rodar na capital e outros 2.000 aguardando análise. “Não estamos aprovando todos, estamos indo passo a passo, por critérios”, diz o diretor.

Ainda segundo a diretoria, o processo de análise do candidato a motorista demora de dois a três dias. “O nosso diferencial para a Uber é que fazemos uma análise mais rigorosa de quem pretende trabalhar para a Yet Go. Além dos documentos pessoais e do veículo, a empresa também analisa o comportamento dos candidatos a motoristas nas redes sociais”, afirma Júnior.

O cadastramento é gratuito e, nesse início, o motorista possui isenção do pagamento de uma parte da corrida para a empresa. “Os primeiros mil motoristas que se inscreveram e forem aprovados pelo app em Salvador não precisarão pagar uma porcentagem da corrda pra a Yet Go”, afirma.

Passados os mil motoristas ativos, a empresa começará a cobrar para os próximos trabalhadores a taxa de 25% por corrida, mesmo valor cobrado pela Uber.

No entanto, caso o motorista atenda mal o cliente, ele corre o risco de ser ‘exonerado’ do cargo pela diretoria da empresa. “Se ele receber muitas críticas, nós o inviabilizamos de continuar trabalhando pra nós”, diz o diretor.

O diretor afirma também que os motoristas ativos em Salvador conseguiram faturar, no total, R$ 220 mil reais em Salvador apenas até as 17h da última terça-feira (17/1).

VANTAGENS PARA TAXISTAS 

Outra novidade que o Yet Go traz em relação ao Uber é possibilidade de taxistas realizarem corridas pelo aplicativo utilizando o própiro táxi como veículo. “A Yet Go aceita taxistas sem problema nenhum”, diz o diretor.

Outra vantagem para os taxistas é a diferença no valor cobrado pela empresa por corrida. “O motorista Yet Go comum futuramente vai pagar uma taxa de 25% por corrida, mas os taxistas estão isentos desse percentual e vão pagar um valor fixo menor. Vão pagar apenas R$ 2 para a Yet Go”, explica o diretor.

Porém, mesmo com essas facilidades oferecidas pela Yet Go, os taxistas se mantém irredutíveis.

“Pra nós isso é transporte clandestino. A Yet Go ainda tem o agravante de oferecer preços mais baratos do que a Uber e vai prejudicar ainda mais nossa categoria”, afirma o taxista Rogério de Carvalho

O taxista afirma que a categoria é contra a prática desse serviço da forma como é atualmente e vai continuar lutando para que seja combatido pela Prefeitura. Eles estão ‘fechados’ a aceitação tanto do Uber quanto do Yet Go e dos possíveis futuros serviços similares que podem surgir.

“O prefeito ACM Neto queria nos dar o nosso reajuste que temos todo ano no mês de janeiro, com aumento de 7 a 10%. Mas nós negamos. Cerca de dois mil taxistas se reuniu e vetou que esse ajuste fosse feito, senão iríamos perder ainda mais clientes”, diz Rogério.

Atualmente a bandeirada do táxi custa R$ 4,81 na capital baiana. A bandeira 1 é de R$ 2,42 por quilômetro rodado e a bandeira 2 custa R$ 3,38 por quilômetro rodado.

Fonte: Aratu Online

BUSCAR NO SITE:

O seu produto no caminho do consumidor
Outdoor, Taxidoor, Busdoor em Salvador e região Metropolitana

(Propaganda em Ônibus),