Notícias

Postado em 07/12/2017 12:49

PM confessa que matou motorista na briga de trânsito em Luís Anselmo

.

Share Button
Share Button

Polícia Civil anunciou na tarde desta quarta-feira (6), que o autor dos disparos que terminou com a morte de Elisnei Almeida de Andrade, de 50 anos, durante uma briga no trânsito na Rua Lívia Giffoni, no bairro de Luís Anselmo, ocorrido no último sábado (2), é o policial militar, soldado José Carlos Santana Júnior, 37 anos. Ainda conforme a polícia o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte.

O PM se apresentou espontaneamente no DHPP, acompanhado do advogado, na segunda-feira (4). Interrogado pela delegada Milena Calmon, titular da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), José Carlos alegou legítima defesa e disse que foi ameaçado e agredido pela vítima com um facão.

De acordo com o soldado, Elisnei conduzia o veículo Pólo, de cor prata, placa KVT-3792, e o teria fechado no trânsito. Eles discutiram e o homem pegou o facão no porta-malas do carro e o golpeou. José Carlos se esquivou e o golpe atingiu sua motocicleta. Foi quando ele sacou a arma, uma pistola calibre 380, de propriedade particular, disparando contra a vítima.

Testemunhas e familiares da vítima também prestaram depoimento. Ao final do inquérito policial, será definido se o soldado vai responder por homicídio ou se agiu em legítima defesa. A arma de fogo utilizada foi apresentada no DHPP e encaminhada à perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT). O facão de Elisnei foi apreendido no local do crime e também será periciado.

 

BUSCAR NO SITE: